Os 4 avanços no tratamento que reduzem risco de morte por covid-19


Embora ainda existam muitas dúvidas sobre o coronavírus, médicos que trabalham no enfrentamento da covid-19 dizem que o avanço em relação ao tratamento dos pacientes até aqui já reduz parte das mortes e internações, ao dar um caminho mais claro de como efeitos da doença, como inflamações, podem ser combatidos.

Fonte: Os 4 avanços no tratamento que reduzem risco de morte por covid-19

Brasil chega à marca de 100 mil mortes por Covid-19


O número foi alcançado 143 dias após a primeira morte pela doença no Brasil. Já são, até agora, 100.265 óbitos devido à doença

Fonte: Brasil chega à marca de 100 mil mortes por Covid-19

cientistas descobrem mutação resistente a remédio contra a malária

Pesquisadores em Ruanda descobriram casos de resistência à artemisinina, um medicamento de primeira linha usado para tratar a malária.

Fonte: ‘Grande ameaça à saúde pública’: cientistas descobrem mutação resistente a remédio contra a malária

Estudo da USP confirma caso de reinfecção por coronavírus em apenas 50 dias


Fonte: Estudo da USP confirma caso de reinfecção por coronavírus em apenas 50 dias

Um estudo conduzido pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (SP), que pertence à USP (Universidade de São Paulo), concluiu que houve um caso de reinfecção por coronavírus de um paciente num intervalo de apenas 50 dias, tempo entre o primeiro e o segundo diagnóstico positivo para a covid-19. A análise permite confirmar a condição rara, que até agora só tinha sido relatada em um caso parecido nos Estados Unidos.

Guerra à peste


Centenas de ratos mortos se amontoavam nos armazéns, nos becos e nos telhados das casas da cidade de Santos, litoral paulista, em outubro de 1899. Era o sinal inconfundível da chegada da temida peste bubônica, também conhecida como peste negra, que havia sido a causa da morte de cerca de 50 milhões de pessoas na Europa no século XIV e de mais de 12 milhões na Índia e na China no século XIX. Santos era o porto exportador de café, a principal riqueza paulista da época, e o segundo maior do país, após o do Rio de Janeiro.

Fonte: Guerra à peste

Medicos competentes à frente em uma crise sanitária. Mas isso foi há um século atrás. Hoje as coisas são tristemente diferentes…

Entenda como pessoas que não tiveram Covid-19 podem ter imunidade ao vírus


Pesquisa publicada na revista científica Nature afirma que pessoas que não foram expostas a Covid-19 podem ter alguma defesa imunológica contra o vírus

Fonte: Entenda como pessoas que não tiveram Covid-19 podem ter imunidade ao vírus

Maurice Hilleman, o médico que criou a vacina mais rápida da história por causa da filha de 5 anos


Microbiologista americano produziu em quatro anos imunização contra a caxumba, coletando amostra da garganta da filha; cientista que foi seu colega espera que o recorde seja superado agora, na busca por um medicamento contra a covid-19.

Fonte: Maurice Hilleman, o médico que criou a vacina mais rápida da história por causa da filha de 5 anos

O quebra-cabeça da imunidade à infecção pelo novo coronavírus 

Oito meses depois de o vírus Sars-CoV-2, causador da Covid-19, ter sido identificado pela primeira vez em humanos na cidade de Wuhan, na China, pesquisadores e médicos ainda tentam montar o grande quebra-cabeça que indique como o sistema imunológico responde ao patógeno.

Fonte: O quebra-cabeça da imunidade

 Resumão do estado da arte do conhecimento atual da imunidade ao SARS-COV-2, e das lacunas ainda a serem descobertas. Vale a leitura

CDC publica novas diretrizes de isolamento para COVID-19

Fonte: Coronavirus Disease 2019 (COVID-19)

A evidência acumulada apóia o fim do isolamento e as precauções para pessoas com COVID-19 usando uma estratégia baseada em sintomas. Esta atualização incorpora evidências recentes para informar a duração do isolamento e as precauções recomendadas para impedir a transmissão do SARS-CoV-2 a outras pessoas, além de limitar o isolamento prolongado desnecessário e o uso desnecessário de recursos de testes de laboratório.

Após sentir queimação nas pernas, mulher descobre doença medieval


Paciente de 24 anos desenvolveu ergotismo, um tipo de intoxicação fúngica que afeta o sistema sanguíneo e era muito comum durante a Idade Média

Fonte: Após sentir queimação nas pernas, mulher descobre doença medieval