Association Between Systemic Corticosteroids and Mortality Among Critically Ill Patients With COVID-19


This meta-analysis pools data from 7 randomized trials to estimate the association between administration of corticosteroids vs usual care or placebo and all-cause mortality at 28 days in patients with severe coronavirus disease 2019 (COVID-19).

Fonte: Association Between Systemic Corticosteroids and Mortality Among Critically Ill Patients With COVID-19

Mortalidade por coronavírus diminui com aprendizados e novas práticas médicas – 22/08/2020 – Equilíbrio e Saúde – Folha


Evolução rápida das técnicas foi responsável por redução de um terço da mortalidade pelo vírus no mundo, segundo relatório

Fonte: Mortalidade por coronavírus diminui com aprendizados e novas práticas médicas – 22/08/2020 – Equilíbrio e Saúde – Folha

Brasil chega à marca de 100 mil mortes por Covid-19


O número foi alcançado 143 dias após a primeira morte pela doença no Brasil. Já são, até agora, 100.265 óbitos devido à doença

Fonte: Brasil chega à marca de 100 mil mortes por Covid-19

Em 37 dias, vírus mata mais que bala e trânsito em um ano

Ao marchar das áreas nobres de São Paulo rumo à periferia da cidade, a covid-19 mata cada vez mais. De 17 de março, quando foi confirmada a primeira morte na capital, a 23 de abril, foram 2.727 óbitos por covid-19 entre confirmados e suspeitos, de acordo com a prefeitura.

Fonte: Em 37 dias, vírus mata mais que bala e trânsito em um ano

Sepse matou duas vezes mais do que o esperado em todo o mundo, diz estudo

Fonte: Sepse matou duas vezes mais do que o esperado em todo o mundo, diz estudo

Pesquisa inédita produziu estimativas globais de incidência e mortalidade por sepse e descobriu que houve 48,9 milhões de casos e 11 milhões de mortes pela doença em 2017. Os resultados, publicados no periódico The Lancet na quinta-feira (17), são mais do que dobro dos números esperados.

A vida após a tuberculose


Doença infecciosa bacteriana que afeta principalmente os pulmões, a tuberculose mata milhares de brasileiros a cada ano. Aqueles que sobrevivem precisam lidar com complicações na saúde (nem sempre relacionadas à doença) que, a depender das condições sociais em que vivem, podem piorar o bem-estar e levar ao óbito mais cedo que a média da população. Pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) e da London School of Hygiene & Tropical Medicine, no Reino Unido, estudaram o que ocorreu ao longo de cinco anos a mais de 15 mil pacientes diagnosticados com a doença em 2010 no estado de São Paulo

Fonte: A vida após a tuberculose

Fluoroquinolones and Cardiovascular Risk: A Systematic Review, Meta-an

Fonte: Fluoroquinolones and Cardiovascular Risk: A Systematic Review, Meta-an

 Não é a primeira vez que postamos sobre esse tema, mas os dados desta revisão são para mim os mais contundentes.

Mortalidade por infecção generalizada dobra em hospitais públicos – 08/10/2018 – Cotidiano – Folha

Um estudo inédito em 74 hospitais de todo o país mostra que a taxa de mortalidade de pacientes com sepse (infecção generalizada) nos prontos-socorros públicos é mais que o dobro da registrada nos privados (42,2% contra 17,7%). Vários fatores podem explicar essa diferença, entre eles a

Fonte: Mortalidade por infecção generalizada dobra em hospitais públicos – 08/10/2018 – Cotidiano – Folha

 Essas generalizações me incomodam. Como bem disse na reportagem o Prof. Marcos Boulos, há hospitais deficientes e de qualidade, tanto na rede pública quanto na privada.

Mais agressivo, vírus da gripe triplica mortes no Brasil; crianças não batem meta vacinal – Notícias – Saúde

Fonte: Mais agressivo, vírus da gripe triplica mortes no Brasil; crianças não batem meta vacinal – Notícias – Saúde

Com zika e crise no país, mortalidade infantil sobe pela 1ª vez em 26 anos – 16/07/2018 – Cotidiano – Folha

Pela primeira vez desde 1990, houve aumento na taxa de mortalidade infantil do Brasil em 2016, e a tendência é que o índice de 2017 também se mantenha acima do registrado em 2015. A epidemia do vírus da zika e a crise econômica são apontadas pelo Ministério da Saúde como causas do

Fonte: Com zika e crise no país, mortalidade infantil sobe pela 1ª vez em 26 anos – 16/07/2018 – Cotidiano – Folha