Contra-ataque à febre amarela

Em janeiro de 2018, quando doentes com febre amarela começaram a chegar um após outro para serem tratados no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FM-USP) e no Instituto de Infectologia Emílio Ribas (IIER), os médicos não sabiam o que fazer diante de uma doença que reaparecia com força na capital paulista depois de décadas. A progressão da febre amarela era muito rápida. Os pacientes chegavam acordados e conversando, em seis horas respiravam com dificuldade, em 12 horas entravam em coma e em 24 horas morriam. No estágio final da doença, havia uma intensa…

Fonte: Contra-ataque à febre amarela

Febre amarela: rebote inesperado meses após o diagnóstico

Aumento dos níveis de aminotransferase meses após o diagnóstico de febre amarela pode superar valores da fase aguda e levar à readmissão hospitalar.

Fonte: Febre amarela: rebote inesperado meses após o diagnóstico

Immunogenicity of Fractional-Dose Vaccine during a Yellow Fever Outbreak — Final Report | NEJM

Original Article from The New England Journal of Medicine — Immunogenicity of Fractional-Dose Vaccine during a Yellow Fever Outbreak — Final Report

Fonte: Immunogenicity of Fractional-Dose Vaccine during a Yellow Fever Outbreak — Final Report | NEJM

FEBRE AMARELA – BRASIL (19), SITUAÇÃO EPIDEMIOLOGICA, INFORMAÇÕES OFICIAIS

Acesse o documento do Ministério da Saúde clicando aqui

Revisão do que representou o surto de febre amarela no Brasil este ano, embora pouco se tenha falado sobre ela na mídia.

Mais da metade dos pacientes com febre amarela apresenta anomalias eletrocardiográficas

0049567B-7F14-40DA-B7D3-2FEB7A412767.jpeg

Em 2018 o Brasil vivenciou uma epidemia de febre amarela. Um estudo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) com colaboração norte-americana investigou pacientes que contraíram a doença naquele período e comprovou que há envolvimento cardíaco nessa infecção.

Santa Catarina volta a ter caso autóctone de febre amarela após 53 anos

É o primeiro caso com morte no estado em 2019. Paciente de 36 anos é morador de Joinville, e não havia se vacinado, segundo a Dive/SC.

Fonte: Santa Catarina volta a ter caso autóctone de febre amarela após 53 anos

Vacina da febre amarela pode proteger contra zika, indica estudo brasileiro

Pesquisa concluiu que a vacina protegeu camundongos da infecção do vírus em laboratório, prevenindo deficiências neurológicas.

Fonte: Vacina da febre amarela pode proteger contra zika, indica estudo brasileiro