RJ registra 1305 casos de hanseníase; autoridades também estão em alerta para sarampo – Jovem Pan Online

Como se não bastasse a preocupação com o sarampo, que já está em surto em São Paulo e corre risco no Rio de Janeiro, as autoridades de saúde cariocas estão preocupadas com uma outra doença que já parecia derrotada: a hanseníase, que no passado chegou a ser chamada de lepra. Somente no primeiro semestre deste ano, já são 1.305 casos da doença.

Fonte: RJ registra 1305 casos de hanseníase; autoridades também estão em alerta para sarampo – Jovem Pan Online

Anúncios

Chikungunya provoca duas mortes no Rio; estado tem registro de 16 mil casos só esse ano

Apesar dos números, situação ainda não é classificada como epidemia. Em Caxias, 384 casos da doença já foram registrados em 2019.

Fonte: Chikungunya provoca duas mortes no Rio; estado tem registro de 16 mil casos só esse ano

RJ lidera o número de casos de chikungunya no Brasil

 

Capital registrou mais de 2,7 mil casos da doença em 2019. Senador Vasconcelos, Jardim Botânico e Bangu são os bairros que lideram o ranking.

Fonte: RJ lidera o número de casos de chikungunya no Brasil

Fiocruz afirma que RJ vive epidemia de chikungunya; secretaria de Saúde nega

O aumento é alarmante e mostra que na cidade do Rio a incidência subiu 430%. Já na Região Metropolitana, o aumento foi de 800%.

Fonte: Fiocruz afirma que RJ vive epidemia de chikungunya; secretaria de Saúde nega

UOL: Favela do Vidigal tem surto de hepatite A 

Fonte: Favela do Vidigal tem surto de hepatite A – Notícias – Saúde

Rio – A favela do Vidigal, na zona sul do Rio, registra surto de hepatite A. Já foram notificados 92 casos, a maioria de homens entre 20 e 30 anos. A doença é causada por vírus e é bastante contagiosa.

A reportagem do UOL especula que a via de transmissão mais provável é a água, classicamente a fonte contaminante mais comum. Mas, considerando que a maioria dos casos é em adultos jovens do sexo masculino, e considerando também o que vêm ocorrendo em outras partes do Brasil e da Europa na comunidade HSH, penso que a transmissão sexual  é a mais provável.

Febre amarela volta ao Estado do Rio, e vacinação é intensificada

Foco será em Nova Iguaçu, Tanguá e Miguel Pereira

Fonte: Febre amarela volta ao Estado do Rio, e vacinação é intensificada

Rio de Janeiro passa a ser área de recomendação para vacinação de Febre Amarela

Fonte: Rio de Janeiro passa a ser área de recomendação para vacinação

Desde a constatação de transmissão autóctone no Estado do Rio de Janeiro que a preocupação era grande. Originalmente o Estado todo era tido como área indene ( sem risco de transmissão), mas adotou-se emergencialmente a vacinação para toda a população em caráter provisório, até que melhores análises fossem feitas. E agora o provisório virou definitivo…