Guerra à peste


Centenas de ratos mortos se amontoavam nos armazéns, nos becos e nos telhados das casas da cidade de Santos, litoral paulista, em outubro de 1899. Era o sinal inconfundível da chegada da temida peste bubônica, também conhecida como peste negra, que havia sido a causa da morte de cerca de 50 milhões de pessoas na Europa no século XIV e de mais de 12 milhões na Índia e na China no século XIX. Santos era o porto exportador de café, a principal riqueza paulista da época, e o segundo maior do país, após o do Rio de Janeiro.

Fonte: Guerra à peste

Medicos competentes à frente em uma crise sanitária. Mas isso foi há um século atrás. Hoje as coisas são tristemente diferentes…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s